Sinpol-DF lança campanha que revela dados da criminalidade no DF

0
67
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Da Comunicação Sinpol-DF

Campanha terá duração de um mês e explora espaços em diversas mídias (Foto: Paulo Cabral/Sinpol-DF)
Campanha terá duração de um mês e explora espaços em diversas mídias (Foto: Paulo Cabral/Sinpol-DF)

O Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) lança a partir desta semana uma nova campanha publicitária. Com o tema “Quem cuida de você, também merece cuidado”, as peças têm o objetivo de promover a valorização do policial civil no Distrito Federal.

A campanha pretende alcançar dois públicos: população em geral e autoridades públicas. “Muitos cidadãos não entendem o nosso trabalho porque não sabem o que fazemos. Não compreendem que é o policial civil o responsável pelas investigações e soluções dos crimes e que, no Distrito Federal, temos uma das maiores taxas de resoluções do país”, conta Rodrigo Franco “Gaúcho”, presidente do Sinpol-DF.

Hotsite contém vídeo que mostra a situação crítica vivida pelos policiais civis, além de um link para um abaixo-assinado
Hotsite contém vídeo que mostra a situação crítica vivida pelos policiais civis, além de um link para um abaixo-assinado

As autoridades viram público-alvo da campanha uma vez que a polícia civil sofre de sucateamento há anos. Além da falta de efetivo – atualmente a instituição opera com metade do efetivo ideal –, e a precária estrutura de várias delegacias, o salário dos policiais já foi corroído pela inflação dos últimos anos em mais de 50%.

“Historicamente, há mais de 30 anos, temos isonomia salarial com Polícia Federal e o governo atual ameaça não manter esse compromisso e agravar ainda mais a defasagem salarial da força de segurança”, explica Gaúcho.

“Capa falsa” no Jornal de Brasília também é uma das estratégias (Foto: Paulo Cabral/Sinpol-DF)
“Capa falsa” no Jornal de Brasília também é uma das estratégias (Foto: Paulo Cabral/Sinpol-DF)

A campanha é assinada pela agência Momento Prommo e a Assessoria de Imprensa pela Proativa Comunicação. “O nosso objetivo é alcançar as massas, por meio da TV, busdoor, jornais, estratégias digitais e formadores de opinião. Pelo menos 1,5 milhões de pessoas serão alcançadas”, explica Gustavo Jangola, diretor da Momento Prommo.

Uma das estratégias foi lançar a campanha para um grupo de jornalistas de grandes veículos do Distrito Federal, durante um almoço realizado na última quinta, 1º de dezembro. Na oportunidade, eles também receberam informações acerca dos reais índices da criminalidade da capital federal.

Também naquela data foi lançado um vídeo curto, no formato teaser, convocando a população a assistir, no intervalo do Fantástico, da Rede Globo, um segundo filme, de um minuto de duração, que destaca a importância do trabalho dos policiais civis do DF para combater a criminalidade, em especial a instalação do crime organizado na capital do país.

O vídeo foi exibido naquele programa de TV na noite deste domingo, 4, e foi encerrado com uma mensagem que sugere aos telespectadores que acessem a um hotsite especialmente criado para essa ação. Ná página, cujo endereço é www.respeitoaospoliciais.com.br, é possível ver um terceiro filme, com 1:30 de duração, no qual é exposta a situação crítica que os policiais civis vivem, hoje, e a falta de reconhecimento, valorização e respeito por parte do governador do DF, Rodrigo Rollemberg.

Há, ainda no hotsite, um link para um abaixo-assinado que pede o envio da mensagem que mantém a isonomia entre os policiais civis e os policiais federais. A ideia é conseguir o apoio da população para esse pleito.

As ações não se encerram aí. Toda a campanha durará pelo menos um mês e ainda prevê ações promocionais diretamente com a sociedade do DF para aproximá-la dos policiais civis.

CRIMINALIDADE NO DF

Alguns dados sobre a criminalidade do Distrito Federal também embasam a campanha. “A criminalidade na capital tem aumentado, mas alguns dados são manuseados de uma forma a não alardear a população. A falta de atenção com a segurança pública é um dos principais motivos para os dados estarem mais graves e a eficiência do trabalho dos policiais civis é um fator importante para que a situação não seja ainda pior. Por isso, a nova campanha foi pensada a partir dos dados reais da criminalidade no Distrito Federal”, diz Rodrigo Franco.

selo-28anos-rodape-site_menor

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.